iStock-1249628154 (1)

5 alimentos que devem ser evitados para diminuir as crises de enxaqueca

A enxaqueca é uma dor de cabeça que tem como principal característica uma dor intensa e latejante em um ou nos dois lados da cabeça. Na maioria das vezes, essa dor vem acompanhada de náuseas, vômitos e baixa tolerância à luz e cheiros fortes.

O seu surgimento pode ser desencadeado por uma série de fatores, que incluem estresse, falta de sono, ausência de atividade física, excesso de exposição ao sol e até mesmo pelo consumo de determinados alimentos e bebidas.

Esses alimentos causadores da enxaqueca, no entanto, variam de uma pessoa para outra e, por esse motivo, o ideal é sempre buscar ajuda de um nutricionista para ele fazer uma avaliação individual que possibilite a identificação do alimento causador da crise.

Contudo, pode-se dizer de uma forma geral, que os principais alimentos que podem causar essa dor de cabeça, são:

1. Carnes processadas

Carnes processadas como o salame, bacon, presunto, salsicha, peito de peru, peito de frango, são alimentos bastante conhecidos por causarem essa dor de cabeça.

Isso porque os nitratos e nitritos presentes nesse produto são responsáveis por aumentar a dilatação dos vasos sanguíneos o que, consequentemente, acaba desencadeando as crises.

2. Queijos amarelos

Os queijos amarelos, como cheddar, parmesão, provolone e requeijão, possuem compostos vasoativos como a tiramina, que é um composto derivado do aminoácido tirosina.

Esse componente pode favorecer o surgimento da dor de cabeça em algumas pessoas e, por isso, devem ser sempre evitados por quem pretende diminuir essas crises.

3. Chocolate

O chocolate é considerado por muitos como um dos principais alimentos que causam a enxaqueca.

Existem diversas teorias que tentam explicar o motivo pelo qual o consumo desse alimento resulta em dores de cabeça e uma delas é a de que isso tenha relação com o efeito vasodilatador nas artérias, que aconteceria pelo fato do chocolate aumentar os níveis de serotonina.

Afinal de contas, esse hormônio já possui uma concentração elevada durante os quadros de crise.

4. Bebidas alcoólicas

Como essa cefaleia possui origem vascular, cuja dor é causada pela contração e dilatação dos vasos sanguíneos, o consumo de bebidas alcoólicas como a cerveja, champagne e principalmente o vinho tinto são opções bem ruins para quem lida com esse problema e devem ser sempre evitados.

Isso se deve ao fato de que o consumo exagerado dessas bebidas provocam dilatação dos vasos do corpo e do cérebro, fator que acaba acentuando a dor nos episódios de crise.

A dor de cabeça causada pelo consumo dessas bebidas normalmente surge dentro de um prazo de 30 minutos a 3 horas.

5. Bebidas com cafeína

Café, chá verde, chá preto, energéticos e refrigerantes. Todas essas bebidas contêm cafeína em sua composição e, por esse motivo, podem desencadear crises de dor de cabeça em determinadas pessoas.

Isso porque, o cérebro de uma pessoa com enxaqueca apresenta uma sensibilidade maior a determinados estímulos e, por ser um grande estimulante do sistema nervoso central, a cafeína passa a ser um gatilho em potencial para o surgimento de novas crises.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre a Clínica da Dor em Santarém.

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp